Estou respondendo algumas perguntas lá no Instagram sobre a identidade travesty! 🗣️🗣️

instagram.com/stories/multipla

Vão tirar quaisquer dúvidas que vocês tenham – podem ser perguntas que não tenha relação direta com a identidade travesty também!

@yvies não quero ficar usando o Instagram, mas tenho algumas dúvidas; você poderia responder por aqui ou por outro lugar (eu não me importaria delas serem postadas no Instagram)?

@Aster Claro que posso responder por aqui!

dúvidas sobre a identidade travesty 

@yvies ok... tem bastante coisa lol, não te incomoda se não quiser responder tudo ou se não quiser responder agora

- Você considera que tá errado dizer travesti, ou travesty é só um termo alternativo? Ou são termos diferentes?

- Como você definiria travesty? Se travesti é um termo diferente, qual você diria que é a diferença entre estes dois termos?

- Se isso não foi respondido na pergunta anterior: você acha que pessoas transmasculinas - aqui estou falando especificamente de pessoas designadas mulheres ao nascimento que se identificam ao menos em algum grau/de alguma maneira com masculinidade ou com ser homem - podem ser travestys?

- (Ignore se forem termos diferentes) Você acha que as bandeiras :placaTravesti: / :placaTravesti2: / :placaTravesti3: representam bem sua identidade, ou a comunidade em geral? Elas foram feitas por alguém que não sei se é travesti/travesty (no sentido de eu não ver a pessoa usando o termo para si), e se eu não me engano a pessoa disse que apresentou as possibilidades em um grupo de Facebook para travestys/travestis e as pessoas de lá gostaram, só que como a pessoa nem falou qual grupo era eu não sei quanta gente tinha lá ou quanta gente conhece essas bandeiras...

Acompanhar

Sobre a identidade travesty (1/5) 

De certa forma são diferentes. Eu utilizo travesty com Y por conta da origem do termo travesti com I, que é um termo criado por cis-het brancos que carregou por muito tempo um significado pejorativo, e assim como queer, teve uma resignificação.

Entretanto, eu uso travesty com Y por ser mais confortável para mim. A letra Y neste sentido de uso vem do portyguês, uma linguagem decolonial e nativa do Brasil.

Sobre a identidade travesty (2/5) 

O uso do portyguês nesse caso faz sentido para mim por conta do extermínio de culturas e de linguagens nativas, que foi causada por europeus que implementaram uma cultura branca, patriarcal e racista, assim como aconteceu com a cultura travesty com a Operação Tarântula, por exemplo, onde a polícia branca tentou exterminar nossa cultura. Entre vários outros fatores.

Sobre a identidade travesty (3/5) 

Quando eu penso em travesty, eu penso em luta, resistência e ancestralidade, e quando penso em ancestralidade, eu penso em Xica Manicongo, a primeira travesty que se tem registro. Ela era NEGRA e foi trazida pro Brasil ESCRAVIZADA, e ela representa bem a utilização de uma linguagem decolonial e antiracista (isso ao meu ver). Grande parte das travestys que existiram eram negras ou racializadas, então não vejo porque usar uma linguagem de cis-het branco. Entende?

Sobre a identidade travesty (4/5) 

Travesty é uma identidade culturalmente restrita ao Brasil, principalmente por ter tido sua história formada aqui, mas segundo uma amiga, há registros sobre o termo "travesti" na Grécia antiga e, resumidamente, era usado por homens do teatro, pois como mulheres não podiam atuar em teatros, os homens usavam roupas ditas femininas para interpretá-las. Diziam-se ,"travesti de mulher", era usado como verbo mesmo, mas sua historicidade é focada no Brasil mesmo.

Sobre a identidade travesty (5/5) 

Pessoas transmasculinas não podem ser travesty, pois a identidade é em sua essência e politicamente feminina, então não vejo o porquê de pessoas com identidades e/ou alinhamentos diferentes desta serem travesty.

Sobre a identidade travesty (5/5) - continuação 

Em relação às bandeiras, eu não vejo problema em ter uma pessoa que não seja travesty criando bandeiras de orgulho, contanto que carregue um significado coeso, como é o caso da :placaTravesti:

Eu simplesmente sou apaixonada por essa bandeira! As outras eu não conheço, portanto não posso opinar sobre.

Sobre a identidade travesty (5/5) - continuação 

@yvies eu quase te perguntei no Instagram porque o uso do y no final, obrigade por essa sequência!

Sobre a identidade travesty (5/5) - continuação 

De nada, @divagante! Desculpe-me se não deu pra entender tudo, ultimamente estou tendo uns problemas de memória e aprendizado :/

re: Sobre a identidade travesty (5/5) - continuação 

@yvies nossa, eu só vi isso agora, já que você não me mencionou na resposta e eu estranhei a demora, daí fui vasculhar as postagens do teu perfil. x_x

Sim, consigo entender completamente o uso de travesty neste contexto!

As três bandeiras foram criadas pela mesma pessoa, então imagino que tenham significados parecidos.

Muito obrigade por responder as perguntas!

re: Sobre a identidade travesty (5/5) - continuação 

@Aster ah, desculpa! eu não sabia que tinha que marcar!

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!