Acompanhar

sobre a identidade bi, definições excludentes, desabafo, toot longo 

Tem algo me incomodando já há uns meses em relação à comunidade bi brasileira, falando por experiência.

Sinto-me segure para desabafar aqui, pois aqui parece ter gente mais madura e não "militantes" irracionais que vão invalidar o que direi com base no "local de fala".

Não sou bi, mas estudei a identidade suficientemente para dizer com propriedade que: a definição geral de "atração por dois ou mais gêneros" é a mais inclusiva possível.

A definição é linda, maravilhosa, e foi pensada para abraçar várias pessoas e experiências. Eu adoro essa identidade e antes de me descobrir multi fiquei muito à vontade em espaços bi.

Agora, o que me preocupa é o número absurdo que vejo de gente da geração 2000 pra frente - em especial adolescentes - defendendo (re)definições excludentes de bi, mesmo sendo pessoas com contato com espaços inclusivos e conteúdos históricos (como o próprio fucking Manifesto).

Tive uma discussão muito séria em setembro com seguidories do :birdsite:, chegando quase a bloquear essas pessoas, porque elas não entendiam a diferença de "definição geral de bi" e "definição pessoal de bi".

E nem adiantou fazer postagem sobre o Manifesto e uma ou outra dissertando. Porque constantemente tem uma pessoa bi defendendo uma definição pessoal como geral, e, com isso, excluindo gente da própria comunidade.

"Eu defino como atração por pessoas."

"Eu defino como atração por todos os gêneros."

"Eu defino como atração pelo mesmo gênero e gêneros diferentes."

"Eu defino como atração por gêneros diferentes."

Que bom que lutam contra a definição típica exorsexista. Mas trocaram isso por um ringue de egos onde cada ume defende sua própria concepção obviamente excludente?

O que me alivia é que adolescente de rede social não vai mudar uma concepção internacional que muita gente com bom senso está lutando para difundir e preservar. E, felizmente, a galera bi que conheço fora da Internet é do tipo com bom senso (galera mais "das antigas", ou já há muito numa militância bi que presta).

Ainda assim, é triste e estressante saber que está vindo aí uma geração "militante" alienada dessa forma, mesmo com todo acesso à informação. E, pior ainda, que é ouvida por muita gente; e que vai afastar pessoas "potencialmente bi" dessa identidade com toda essa salada de definições diferentes (e excludentes).

· · Web · 1 · 3 · 3

sobre a identidade bi, definições excludentes, desabafo, toot longo 

@vitorrubiao eu me identifiquei como bi por muitos anos e ainda kinda me identifico e sempre defendi essa definição pelos mesmos motivos que você apontou. depois que eu passei a me identificar como nb aí é que a definição fez ainda mais sentido, mas também foi quando mais as pessoas passaram a me hostilizar quando eu tentava educar sobre ela.

sobre a identidade bi, definições excludentes, desabafo, toot longo 

@vitorrubiao não sei detalhes da sua experiência mas eu vi muito exorsexismo e até panmisia vinda de gente bi e cis que diziam coisas do naipe "bi é atração por homem e mulher porque mais do que isso é coisa de gente pan que namora até árvore". as únicas pessoas que eu via usando essa definição de bi mais inclusiva eram outras pessoas nb.

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais aqui!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!