Brilho destacado

diadismo, cissexismo, colonialismo, menções a genitálias e órgãos reprodutivos, terminologias obsoletas, links externos 

Enfim o texto sobre toda construção social em torno do conceito de "sexo biológico", mostrando que sexo não é binário, também possui interpretações sociais, e não é apenas uma realidade ditada por uma biologia.

bloguealternative.wordpress.co

Brilho destacado

exorsexismo, cissexismo, colonialismo, capacitismo, exclusionismo baseado em reducionismo de gênero, exclusionismo contra microcomunidades, menções a corporalidades, ironias 

Atração por pessoas não-binárias existe ou é possível? Nós atraímos por identidades ou por "leituras sociais"? Como se atrair por pessoas assim num mundo binarista? Essas e outras questões serão abordadas nesse texto!

bloguealternative.wordpress.co

É isso, gente. Estou me mudando agora para a conta @oltiel. Me sigam lá, plis. :blobcatrainbow:

Acho que percebi porque a orientação paro chama minha atenção. Talvez eu me encaixe na descrição dela... :blobthinkingeyes:

desabafo 

Caramba, um dos pouquíssimos grupos n-b onde estou e queria construir algo está tendo uma treta maligna. Sério, horrível. Difícil fazer algo pela comunidade dessa forma...

Oltiel refletiu

Espero que pessoas multi estejam tendo suas identidades respeitadas.

Eu estava até agora me perguntando o que as pessoas estavam entendendo pelo traço no conjunto -/elu/e. Porque pensei que era intuitivo que isso tudo não é apenas uma descrição de um pronome e o final de outro pronome. Mas acabo de perceber que talvez algumas pessoas estavam entendendo como "sem pronome", elu, ele. 👀

Tudo bem, acho que isso pode ser relevado se na bio tem apenas isso, sem nenhuma outra explicação. Mas se for uma bio com outro conjunto de linguagem, daí é falta de querer entender o negócio mesmo.

Mostrar conversa

Decidi há um tempinho mudar um pouco como descrevo conjuntos de linguagem. Agora estou colocando um traço antes do final, para indicar melhor que aquilo é um sufixo, e algo diferente do primeiro elemento, que é um artigo.

No mesmo dia em que mudei isso na bio do insta, uma pessoa veio interagir comigo e achou que eu usava elu e ele. 🤪

É, independentemente de como a gente escreve, sempre vai ter a possibilidade dessas interpretações erradas. Mas vou manter a mudança, apenas pra testar se uma quantidade significativa de pessoas vai entender melhor que o último elemento é um final.

capacitismo 

Assim, isso não é indireta pra ninguém daqui, mas essa coisa de ficar se chamando de "burre" por ter dificuldade de entender certas coisas está começando a me irritar. Não apenas pela autodepreciação, como também porque parece uma forma da pessoa se isentar de tentar entender algo. Nem estamos falando aqui de conceitos de física quântica, estamos falando de gênero e sexualidade. Não é tão difícil entender não, faz um esforço aí. 😑

Oltiel refletiu

Pessoas torenromânticas são importantes!

Acho zoeira uma forma válida de educação.

Oltiel refletiu

Aparentemente eu tinha esquecido de falar que escrevi uma página sobre a orientação paro? Bem, tá aqui:
orientando.org/listas/lista-de

E se os sonhos não forem viagens astrais, mas apenas... A alma viajando dentro dela mesma, como numa dimensão de bolso? 🧐

É agora que a fama vem nessa vida de influencer ✨🌈

Oltiel refletiu

I hope people who aren't binary have happy and fulfilling lives!

Explicando a diferença de bi e pan com... matemática.

Algumas pessoas dizem que bi e pan são a mesma coisa, como se fossem seis e meia dúzia. Isso reduz demais a questão, e só analisa um ângulo de tudo. Vamos pensar em 6 como um resultado. Antes disso, vem uma equação.

Algumas pessoas chegam nesse resultado com 3 + 3. Outras, acabam chegando com 3 x 2. Ambas as contas chegam no mesmo resultado, mas por caminhos diferentes.

Embora dêem o mesmo resultado, a trajetória pra chegar nele pode fazer com que as pessoas tenham também perspectivas diferentes desse resultado. Só seria "a mesma coisa" se todo o processo fosse idêntico. E não é.

É assim que funciona com essas e outras orientações multi, que poderiam ser outras possíveis equações.

Oltiel refletiu

I hope people who reclaim anti-LGBTQIAPN+ slurs have people who support them at their side.

Uma dúvida aleatória que tenho até hoje: como eu chamaria meu gatinho, o Amarelinho, em inglês? De little yellow ou yellowy? :blobcatthink:

Cada vez mais percebo que tenho mais afinidade com anarquismo do que comunismo. :anarchism:

Oltiel refletiu

Política, sobre o Lula/PT. 

É um fato que o governo do Lula foi o primeiro na história do país que olhou para a classe mais baixa da sociedade e a ajudou com implementações de políticas importantes que beneficiaram a população mais pobre que nunca foi incluída de verdade no sistema e sempre ficou à margem dele, mas isso nada mais é do que o básico a ser feito por ele como presidente.

Anarquistas e comunistas acreditam que isso não chega nem perto do que é possível alcançar com uma militância politizada coletiva de esquerda-radical.

Os grandes problemas atuais como o racismo, o genocídio populacional, a queermisia, a péssima econômica, etc., nunca foi por causa de uma má administração política dos governos. Todos esses problemas são estruturais, ou seja, são mantidos por um sistema maior.

Esse sistema maior é o Estado em conjunto com o capitalismo. A burguesia, que no modelo de produção capitalista detém na propriedade privada e os meios de produção que produzem as necessidades básicas da vida, não tem um projeto de desenvolvimento social e econômico interno para a população pobre, preta e dissidente.

Parafraseando o Chavoso da USP (Thiago Torres), essa idolatria que as pessoas tem sobre o Lula é um absurdo. Além de despolitizante, é contrarrevolucionário, pois a única saída que temos para uma sociedade melhor é através de uma revolução tendo como consequência a queda do Estado e do capitalismo.

Quando falamos de um Esquerda Radical e Revolucionária, não estamos falando de baderna desorganizada ou destruição de posses materiais de pessoas que não estão no poder. Nossa luta é organizada e estratégica. O radicalismo propõe contra-atacar a raiz do problema, o pilar que sustenta tudo, no caso, o capitalismo. Contudo, anarquistas e comunistas possuem métodos diferentes que eu não especificarei aqui.

Essa burguesia pode até ter o controle das instituições e do sistema, mas ela não é a maioria na sociedade e nunca vai ser. A união de toda a classe proletaria é a única capaz de derrubar o Estado e esse sistema político-econômico burguês que é a causa de todas as desigualdades sociais. Mas para que isso aconteça, precisamos ter foco na organização popular da classe trabalhadora.

A Caixa é uma bagunça mesmo. Tenho que registrar meu celular de novo pra fazer PIX pela terceira vez já. Na primeira vez, bloquearam meu celular por causa do horário em que tentei fazer PIX. E agora, sei lá o motivo. Pelo menos sei fazer isso sozinhe num caixa eletrônico, mas é irritante isso acontecer. PIX não deveria facilitar transações? 🙄

Cringe pra mim é ainda acreditar que o sistema pode funcionar.

Mostrar mais antigos
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!