AC: menciona mutilação genital na primeira definição 

:placaSekhet: :placaSekhet3: :placaSekhet2: Sekhet / Sekhety / Sekhyt:

1. Um gênero no Egito Antigo citado entre homem e mulher. Geralmente o termo é traduzido como "eunuco", mas essa é possivelmente uma grande simplificação do que o termo significa. O termo podia ser usado para pessoas que seriam vistas como intersexo ou como homens cis gays em sociedades ocidentais, e não necessariamente para pessoas castradas.

2. Um termo que é usado mais ou menos como não-binárie no Egito, mas que também pode descrever pessoas gays, trans e outras.

3. Uma identidade usada para descrever não ser exclusivamente homem ou mulher, e sim o "gênero" des Netjeru [divindades egípcias]; ou a ausência de um gênero definível por conta de essência divina. Mesmo que váries Netjeru possam ser "alinhades" com binaridade, seus gêneros estão além dos binários.
Sekhet não é uma identidade estática, e e pode ser uma combinação de várias características diferentes; feminilidade, masculinidade, androginia, qualquer coisa entre essas; pode ser indefinível por palavras, e pode ser um estado de ser por alguém e permanecer como tal por anos ou pela vida inteira; também pode flutuar de um dia para o outro.

A primeira definição é uma estimativa de como a identidade foi utilizada no Egito pré-colonial. A segunda definição é baseada em como pessoas egípcias veem o termo atualmente. A terceira definição é uma variação do termo direcionada a kemetistas/kemétiques que quiserem utilizá-lo.

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!