capacitismo, espaços "LGBT" br, discriminação contra identidades incomuns 

O exorsexismo, alossexismo, monossexismo, etc. das comunidades "LGBT" brasileiras se relaciona diretamente com a falta de educação sobre e de consideração relacionada a capacitismo em espaços que falam de ativismo/justiça social.

Não ter espaços aonde podemos usar os rótulos e a linguagem que achamos mais confortáveis prejudica muito pessoas que não possuem acesso a redes de amizades por não serem boas em socializar,

· · Web · 0 · 0 · 1

capacitismo, discriminação contra identidades incomuns, menções a questões pesadas de saúde mental 

ou mesmo por suas deficiências/neurodivergências/doenças prejudicarem as possibilidades da pessoa de fazer amizades.

A rejeição, ou até mesmo a "zoeira amigável" ou o "questionamento inocente" pode contribuir para trauma, ataques de pânico, automutilação, crises depressivas, suicídio, entre outras coisas.

capacitismo, discriminação contra identidades incomuns, menções a violência 

E aí tem a própria questão da invisibilização, onde muita gente é tomada como pessoa L/G/T, ou nem consegue a oportunidade de se descobrir outra coisa, porque são essas as identidades mais visíveis, e se são visíveis são "mais comuns", e se são "mais comuns" são as que sofrem violência e o resto é engano, e daí vai se formando um ciclo em torno disso e ignoram totalmente que a violência contra o resto não é "só engano".

capacitismo, discriminação contra identidades incomuns 

Sendo que eu não sei como é em comunidades de deficiências físicas, mas pessoas neurodivergentes muitas vezes possuem noções de gênero ou de atração distanciadas, e portanto são frequentemente multi, a-espectrais e/ou não-binárias.

Pessoas de/com certas neurodivergências também possuem a tendência de querer rótulos mais específicos que pessoas de outros neurotipos.

E toda essa gente fica sem apoio nenhum, ou pouco apoio, porque "pra quê?"

capacitismo, discriminação contra identidades incomuns 

E aí ficam nessa de zoar as pessoas por estarem usando a internet, quando espaços físicos para nós são muitas vezes inexistentes (quando são ~específicos demais~) ou inacessíveis (quando gerais, porque são longe ou requerem caminhada ou requerem ter que lidar com barulho ou requerem falar ou lidar com perguntas inapropriadas ou com "zoeira" ou requerem sair de casa... e por assim vai).

capacitismo, discriminação contra identidades incomuns 

outras tendências que atingem desproporcionalmente pessoas MI/ND:

- julgar pessoas por não conseguirem descrever suas experiências de forma que outras pessoas achem "convincentes"
- julgar pessoas por não aceitarem ser tocadas, mesmo que de forma não sexual
- julgar pessoas por não estarem confortáveis em espaços/situações sexuais
- julgar pessoas por não conhecerem gírias
- julgar orientação/gênero com base no comportamento e na vestimenta

capacitismo 

(talvez algumas dessas coisas também afetem pessoas deficientes físicas/com deficiências físicas, mas eu não saberia dizer, ainda que suspeite que pelo menos os dois últimos itens e o segundo item possam ter muito a ver)

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!