Oltiel refletiu

Queimaram a estátua do Borba Gato 🔥🤭

Oltiel refletiu

olimpiadas e racismo 

então quer dizer que o racista não conseguiu competir pq não deixaram ele ser racista em paz?

poxa que pena

Bem, o AniTube parou de funcionar para mim, infelizmente. Mas achei outro site muito bom para ver animes online, e faço questão de recomendar: animesup.biz/

meio gay, sexualidade, não-monogamia 

Falando por experiência, acho que a maior tragédia do meio gay é a maioria dessus homens estar sempre entre: ou viver uma vida de sexualidade compulsiva e sem saber desenvolver afeto e vínculos, ou tentar se aprisionar numa vida monogâmica repleta de moralismos e desejos reprimidos. A maioria não consegue conceber uma vida de liberdade sexual saudável com responsabilidade afetiva e amores diversos. Por isso penso atualmente que a não-monogamia resolveria muitos dos problemas do meio gay.

Es personagens são memoráveis? Até que sim, acho. Não há relações e personalidades sendo tão desenvolvidas na trama, mas existe algum carisma na protagonista, Joanna Dark, e no personagem Elvis, que é um alien que a acompanha por boa parte da história.

Apesar das missões serem um tanto lineares, é possível ainda explorar muito todo o território de cada fase. Lembrando que as fases têm níveis diferentes, o que traz novidades também. Além disso, há muito o que se explorar no "simulador de combate", onde você pode jogar desafios prontos ou criar sua própria diversão, seja um combate simples numa arena e com armas escolhidas previamente, seja algum jogo pronto e disponível; um exemplo é um jogo parecido com o clássico "pega-bandeira", mas com uma maleta. Ah, e a inteligência artificial des simulantes também merece um grande reconhecimento. E mais, o simulador te dava a opção de comandar simulantes de seu próprio time, onde você podia, por exemplo, comandar ume para te acompanhar e comandar outre para atacar qualquer inimigue sempre.

Toda a combinação desses fatores criou um jogo que te convida a explorar por horas e dias e até anos tudo que ele pode oferecer, cada detalhe, cada missão, cada arma, cada cenário, tudo. E para quem gosta de ficção científica ou temas futuristas, o jogo é uma excelente opção, pois a tecnologia e a estética são muito atraentes.

Perfect Dark é um clássico eterno dos gêneros de tiro em primeira pessoa e futurismo, e um dos maiores tesouros disponíveis para o Nintendo 64. O jogo tem uma fórmula que nem os jogos modernos conseguem reproduzir, e pode ser apreciado por todas as gerações por ser atemporal e imersivo.

Mostrar conversa

Postagem aleatória sobre um jogo da infância que me causa extrema nostalgia: Perfect Dark, um jogo da falecida Rare lançado para o Nintendo 64. Por que esse jogo é tão perfeito? Resumindo: é perfeito porque estou dizendo que é. Pronto.

Brincadeiras de lado, a Rare é conhecida por ter uma fórmula pra criar jogos muito dinâmicos e atrativos. E não seria diferente com um jogo que é um sucessor espiritual de 007 Goldeneye e que se passa num ambiente futurista.

Perfect Dark se destaca por quase tudo: as músicas, os cenários de cada fase, a jogabilidade, e todos os recursos do jogo, desde os itens até as armas.

O enredo pode parecer muito básico: uma agente secreta que investiga uma empresa após um pedido de socorro misterioso, e descobre toda uma conspiração envolvendo até aliens e uma arma extraterreste capaz de destruir um planeta. A questão aqui é como o enredo caminha conforme as fases vão passando. Na verdade, o progresso e os acontecimentos e o jogo em si até acabam sendo mais divertidos que o próprio enredo.

Como é um jogo de tiro em primeira pessoa, as armas são a maior atração. Como é um jogo futurista, há armas excêntricas, como um lança-míssil guiado e uma metralhadora que te deixa invisível ao custo da própria munição. E melhor ainda são as armas alienígenas, que vão desde uma pistola com munição explosiva até um tipo de rifle que pode acertar qualquer ume de qualquer distância (sim, talvez a arma mais apelativa do jogo). Depois disso, acredito que os itens também recebem atenção, entre eles um acessório que te deixa invisível, um "escudo" que cria um campo de energia, e uma câmera móvel que pode se deslocar para qualquer lugar. Apesar de aparecer em pouquíssimas vezes, o jogo dispõe até de uma moto antigravidade.

O jogo é considerado à frente de sua própria época até hoje. Era um jogo de tiro com armas que tinham duas funções (como uma pistola que ou dava um tiro por vez, ou três tiros consecutivos), com um modo multiplayer que dispunha de inúmeros avatares e uma lista de desafios, inimigues com uma ótima inteligência artificial, e cada fase tinha níveis diferentes onde o número de missões e alguns detalhes da fase mudavam.

Mais alguém acha absurdo esses brinquedos com restrição de idade de 4 a 99 anos? E se uma pessoa de 100 ou mais quiser brincar com eles? É crime? Afê 🙄

Acho que vou ajuntar uma galera poli aí e escrever o Manifesto Polissexual. Se bi já tem, pan já tem, e agora fizeram de ace, por que não ter também um de poli, que segue sendo a orientação esquecida do rolê, né... 👀 :brilho2poli:

Oltiel refletiu

Bissexuais da minha timeline e do fediverso que talvez encontrem esse toot: como foi o processo/jornada de se descobrirem bi? Vcs sentiam que precisavam ser validados? Preencher algum tipo de checklist? Algum gatilho que mexeu com vocês? Vcs tinham um relacionamento hetero e sentiam que precisavam "assumir" pra outra pessoa mesmo que isso não mudasse nada?

É uma pesquisa informam que talvez renda um projeto no futuro então quem de sentir à vontade de contar por aqui ou por dm, just do it :)

Acabei de descobrir que existe um carrd sobre neolinguagem. E, para minha surpresa, está ótimo! Vale a pena compartilhar: neolinguagem.carrd.co

Cá estou procurando em dicionários palavras com flexões de gênero bem específicas, e quando encontro algumas, são palavras que quase ninguém usaria num diálogo comum, ou pra descrever qualquer pessoa.

Notícia maravilhosa de hoje sobre a comunidade não-binária. :ablobcatrave: :blobS2NB:

-

O presidente argentino, Alberto Fernández, apresentou hoje os novos DNI (RG argentino) que reconhecem identidades não binárias. Além das opções masculina e feminina, foi adicionada a possibilidade de escolher um X. Dessa forma, a Argentina se torna o primeiro país latinoamericano a expandir e reconhecer este direito.

A alteração - que vale também para o passaporte - foi estabelecida no Decreto Presidencial nº 476/21, que foi publicado esta quarta-feira no Diário da República. “Para os fins deste decreto, a nomenclatura 'X' no campo 'sexo' incluirá os seguintes significados: não binário, indeterminado, não especificado, indefinido, não informado, autopercebido, não registrado; ou outro significado com o qual a pessoa que não se sente incluída no binômio masculino / feminino possa se identificar ”, diz o artigo 4º.

A decisão faz parte da Lei de Identidade de Gênero. No seu artigo 10, incumbe o Ministério da Mulher, Género e Diversidade “ditar a formação das autoridades e do pessoal de todos os organismos que compõem a Administração Pública Nacional com competência na matéria, para que se apliquem o disposto nesta medida em condições de respeito à identidade e expressão de gênero das pessoas e em contextos livres de discriminação de gênero ”.

Fonte: instagram.com/p/CRmN-HwrQ3h/?u

zoeira que pode ser séria, dinheiro 

Será que eu não deveria investir em... criptomoedas? 🤔

postagem altamente irônica 

Gente, relaxa. Se todo mundo se esforçar e souber empreender, algum dia poderá ser também ume bilionárie e dar um passeio no espaço. ✨

Oltiel refletiu

Uma coisa sobre biologia que decorei na escola e nunca esqueci:

Conjunto de células: tecido.
Conjunto de tecidos: órgão.
Conjunto de órgãos: sistema.
Conjunto de sistemas: organismo.

Oltiel refletiu

política, esquerda 

"Disputa entre Haddad e Boulos pode minar chances da esquerda na eleição."

É isso, gente. Mais um ano, mais uma eleição, mais uma vez a esquerda fragmentada e cometendo os mesmos erros, e mais uma vez teremos a direita ganhando. Nenhuma novidade, tudo normal. :shrugs: 🤪

Mostrar mais antigos
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!