refletindo sobre gatos 

melhor que dois gatos só três gatos :ablobcatbongo:

sinceramente, acho que talvez fosse melhor primeiro ensinar pessoas a usar conjuntos de linguagem pessoais além de a/ela/a e o/ele/o, e *depois* ensinar pessoas a deixar de usar o/ele/o como linguagem neutra

Mesmo assim, eu gostei de uma postagem que vi agora.

Muita gente diz "mas rótulo é ruim, pra que você quer ser colocade numa caixinha".

Toda pessoa que tem gates pode constatar que ninguém coloca ume gate numa caixa, é elu quem vai até caixa, entra nela, e fica o quanto quiser porque está confortável.

É a mesma coisa com rótulos/identidades.

tô voltando a ouvir tudo as banda gótica que ouvia em 2008, e me divertindo à beça com isso

Bibliteca bantu.social - link 

Pessoal, ainda não terminamos de organizar os livros, mas já estão todos com título e nome do autor, então achamos q já dá pra compartilhar. Colocamos no Google Drive pq temos mais de 7Gb, então ficou mais simples armazenar lá. Quem tiver outros arquivos pode conferir se já tem na biblioteca e caso não tenha me avisa que a gente adiciona. Bom proveito!

#bantuRecomenda #bantuLiteratura

pastebin.com/LbmKpDp9

No no, I said "polyarmory." I have several dozen longswords

humor 

só preciso explanar que neste momento eu to bem "affe" das ideia 👀

cissexismo 

Tem gente que ainda precisa entender que DMAN (designade mulher ao nascimento) e DHAN (designade homem ao nascimento) não é sinônimo de ter corpo de certa forma.

Existem pessoas DHAN que são presumidas mulheres em público. Existem pessoas DMAN que não possuem seios (por nunca terem desenvolvido ou terem retirado com cirurgia). Existem pessoas DHAN que possuem vaginas. Existem pessoas DMAN que possuem testosterona suficiente para ter barba.

Pra falar de pessoas que possuem tal genitália, que usam tal método de esconder partes do corpo, que são vistas como tal gênero na rua, que menstruam e afins, os termos mais precisos vão ser sempre "pessoa que tem/usa/faz tal coisa", e não termos baseados em identidade de gênero, gênero atribuido ao nascimento e/ou modalidade de gênero.

faz 4 dias q adotamos uma dog filhote, 4 dias de segurando osso pra ela roer shsjjsaaa

Lançando oficialmente no blogue Alternative a página Ajuda. Ela está também nas abas do menu inicial.

Essa página tem listas e links de recursos referentes a pessoas e grupos dissidentes. Lá vocês podem encontrar vaquinhas, campanhas de arrecadação, petições, e diversos outros conteúdos relacionados.

Quem não puder contribuir, ao menos ajude com uma divulgação. Não custa nada e a informação se espalha rápido pelo meio virtual.

bloguealternative.wordpress.co

nossa, acho meu psico vai se divertir hoje 🔥👀🤣

adoro quando dá pra ver a lua da janela, dá pra ficar deitad na cama só vendo ela lindona no céu 🌛💛

De onde vem o termo caucasiane e porque ele é racista 

O uso do termo caucasiane para descrever pessoas brancas (e não só as pessoas da região do Cáucaso, que fica entre o Mar Negro e o Mar Cáspio) vem de um cara que dividiu a espécie humana em cinco raças, e que depois estudou uma série de crânios e usou eles como justificativa das diferenças entre raças.

Tal classificação racial usava uma cor e um nome baseado em alguma região. Então, como já devem ter percebido, uma das raças era a raça branca ou caucasiana.

O problema é que a justificativa para usar caucasiane era que havia um crânio achado na região do Cáucaso descrito como tão bonito e bem formado que seria certamente a origem da raça branca, ainda que a estrutura do crânio também fosse similar a de povos no norte da África e em algumas regiões da Ásia. Havia também em volta disso a teoria de que seria na região do Cáucaso que surgiram seres humanos, até porque seria o lugar teorizado onde a arca de Noé desembarcou e onde Prometeu cumpre seu castigo.

Ou seja, ao dizer que pessoas brancas são caucasianas, isso reforça a ideia de que humanes eram originalmente branques e da região do Cáucaso (o que é mentira, atualmente evidências apontam que humanes surgiram na África), além da ideia de que pessoas brancas são mais bonitas (e/ou perfeitas/inteligentes/melhores).

Infelizmente, eu não consegui achar nenhum material que explicitamente chama atenção para o racismo da categorização na língua portuguesa, então aqui vão algumas fontes em inglês:
raaw.wordpress.com/2007/10/15/
good.is/articles/the-last-coun
firstpost.com/world/the-racist
byrslf.co/a-horrible-hidden-fo

🌱🌱🌿🌱🌱🌱🌱🌱🌿
🌱🌱🍄🌱🍄🌱🌼🌱☘
🌱🌱🌱🌱☘🌱🌹🌱🌲
🌱🌱🌱🌱🌱🌱🌱🌱🌱
🌱🌱🌿🌱🌲🌱🌳🌱🌱
🌱🌱🌿🌱💐🌳🌱🌱🌷
🌱🌱🌱🌷🌱🌳🌳🌱☘
🌱🌱🌱🌱🌱🌸🌸🌱🌱

zoeira 

Pessoa: oi, você é LGBT?

Eu: sim, eu sou lésbica gay bi trans. Eu sou muito lésbica gay bi trans. Sou lésbica gay bi trans desde que nasci.

preciso reassistir o filme da utena ❣️

Mostrar mais antigos
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!