Acompanhar

Reflexão, pessoas com possível trauma 

Acho que eu tenho um pouco de síndrome de enfermeira, só pode.

Hoje conheci anonimamente uma maluca que faz altas coisas porque fez muita merda antes e é obsecada por isso que até me assusta. Tentei ajudar mas não deu em nada.

Agora ao invés de esquecer e continuar minha vida eu fico pensando o quanto ela sofreu pra ter ficado assim. Às vezes minha gentileza acaba se voltando contra mim.

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais aqui!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!