Brilho destacado

Olá pessoas

hj eu vim explicar o meu gênero,eu demorei muito pra descobrir esse termo então pensei em compartilhar aqui pra que mais pessoas vejam

Agênerofluixo

De acordo com o gender.wikia.org/wiki/Agenderf, significa que as pessoas que se identificam com esse termo são na maioria do tempo agênero, mas em alguns momentos tendo seu gênero fluindo e flutuando com intensidade, podendo ter apenas uma parte de seu gênero mudando(que é o meu caso, eu vou de agênero pra libragênero pra demigênero e dps volto pelo mesmo percurso)
no meu entendimento os períodos de mudança podem variar de pessoa pra pessoa (que no meu caso eu passo meses sendo agênero e no máximo uma semana com meu gênero variando)

espero que tenha ajudado

Orion :verif_aespectral: refletiu

Traduzindo uma postagem que acabei de ver e achei genial:

Comentário 1: óculos e lentes de contato deveriam ser grátis porque eu não pedi pra ser cegue.

Comentário 2: pessoas diabéticas deveriam ter insulina de graça também, já que não pediram pra ter essa doença.

Comentário 3: se for assim, necessidades básicas da vida como comida e moradia também deveriam ser de graça, já que ninguém pediu pra nascer.

Orion :verif_aespectral: refletiu

em outras notícias, algo que de pra eu organizar tarefas que seja confiável e que eu consiga usar em vários dispositivos.

eu até gosto de todo.txt mas é um porre conseguir usar no celular mas se alguém tiver algum app/serviço que funcione bem to aceitando a dica também.

Mostrar conversa
Orion :verif_aespectral: refletiu

Abolição de gênero, mas só com:

- roupas feitas por tipo físico e estilo em vez de por gênero;

- remoção de marcadores de gênero desnecessários de documentos não-médicos como uma licença de motorista;

- banheiros sem gênero onde as cabines tem paredes do chão ao teto para privacidade;

- abolição da generificação de brinquedos, cores, profissões, passatempos, etc;

- e/elu/e como padrão se você não conhece alguém.

E NÃO:

- pessoas trans e não-binárias sendo impedidas de se identificar e expressar seu gênero.

Orion :verif_aespectral: refletiu

ceis viram que among us tá de graça na epic store né, pra quem por alguma razão ainda não tinha

Orion :verif_aespectral: refletiu

"fulano não é ruim, só é mal informado, tadinho"

Apois todo mundo já foi um dia também, fulano trate de se informar, agora deu. Essa mania de tratar o povo como incapaz de absorver informação é muito feia.

Orion :verif_aespectral: refletiu

Uma postagem didática sobre a definição de bi como atração por dois ou mais gêneros (2/2) 

Colocar definições individuais como geral sempre acabará apagando alguém. Vou explicar outras definições dadas por aí e dar exemplos de quem elas podem excluir.

"Atração por todos os gêneros"/"Atração por qualquer gênero."

Exclui pessoas bi de qualquer atração fora disso. Pessoas atraídas apenas por homens e mulheres existem, pessoas atraídas por um gênero binário e um número de identidades n-b existem, e pessoas atraídas apenas por identidades n-b existem, e etc.

"Atração independente de gênero."

Exclui pessoas que consideram gênero relevante em sua atração, incluindo pessoas bi atraídas por todos os gêneros.

"Atração pelo mesmo gênero e gêneros diferentes."

Exclui toda pessoa sem gênero atraída por todos os gêneros, afinal alguém sem gênero não tem como se atrair pelo mesmo gênero. E pessoas bi com atração apenas por gêneros diferentes existem.

Devemos sim lutar contra a definição binarista, lutar contra a ideia de que bi se prende apenas ao binarismo de gênero. Mas devemos também lutar pela inclusão de todas as experiências bi. Por isso essa definição geral é, até então, a que mais contempla toda diversidade presente na comunidade bi, andando lado a lado com toda e qualquer outra orientação multi. Pessoas podem ser apenas bi ou podem ser bi + qualquer outra orientação multi.

Dúvidas? Perguntem! :s2bi2:

Mostrar conversa
Orion :verif_aespectral: refletiu

Uma postagem didática sobre a definição de bi como atração por dois ou mais gêneros (1/2) 

Dentro da comunidade bi existem diversas experiências de atração. Tudo isso é atravessado por contextos diferentes, incluindo a geração/idade e meio social. Então várias pessoas terão perspectivas diferentes do que é ser bi.

Pessoas criadas num ambiente onde elas apenas conhecem os gêneros binários, e sente atração por eles, vão se perceber bi dessa forma. Algumas pessoas, mesmo criadas num ambiente assim, não vão achar gênero relevante, e vão se perceber bi dessa forma. Algumas pessoas que já tem acesso a conteúdos e espaços bi mais inclusivos, que possuem convivência com pessoas não-binárias e depois descobrem atração por elas, vão se perceber bi dessa forma. Há pessoas que têm contato com ambas comunidades bi e pan, encontram afinidade com as experiências de pessoas de ambas, e então vão se perceber bi e/ou pan dessa forma.

Isso tudo foi bem resumido. Mas, dito isso, dentro das experiências bi, temos pessoas:

- atraídas por homens e mulheres;
- atraídas pelos gêneros binários e pessoas não-binárias;
- e atraídas por todos os gêneros ou independentemente de gênero.

Ao longo dos anos, a orientação bi foi definida da forma reducionista e binarista, apenas como atração por homens e mulheres. Definições mais abrangentes foram aparecendo, como atração pelo mesmo gênero e um gênero diferente, ou atração por quaisquer dois gêneros. Para englobar toda experiência bi possível, surgiu a definição de atração por dois ou mais.

Por que essa definição é a mais inclusiva possível?

Justamente por ser vaga. Ela considera como bi atração a partir de dois gêneros. Ponto. Isso não significa reforçar o binário de gênero, até porque nem está sendo descrito quais dois gêneros. Isso não significa continuar perpetuando que bi deve ser atração por dois, até porque pessoas atraídas por apenas dois gêneros existem - e tudo bem ser pelos gêneros binários, há pessoas que não têm atração por identidades n-b.

Dentro dessa definição vaga e geral (não individual) cabe literalmente qualquer experiência de atração múltipla. Isso inclui atração por todos os gêneros, porque o todos está implícito em "mais". Qualquer número acima de dois está nesse "mais". É questão semântica.

Orion :verif_aespectral: refletiu

Eu adoro o conceito de pessoas cis indo numa loja de roupa, avistam uma peça que gostaram, e ainda precisam perguntar pra algume atendente se a roupa é "de homem ou de mulher". Caramba, se gostou da roupa, e se "o gênero dela" nem é evidente pra pessoa, então por que não apenas levar e usar em vez de se preocupar com isso?

Olá pessoas

hj eu vim explicar o meu gênero,eu demorei muito pra descobrir esse termo então pensei em compartilhar aqui pra que mais pessoas vejam

Agênerofluixo

De acordo com o gender.wikia.org/wiki/Agenderf, significa que as pessoas que se identificam com esse termo são na maioria do tempo agênero, mas em alguns momentos tendo seu gênero fluindo e flutuando com intensidade, podendo ter apenas uma parte de seu gênero mudando(que é o meu caso, eu vou de agênero pra libragênero pra demigênero e dps volto pelo mesmo percurso)
no meu entendimento os períodos de mudança podem variar de pessoa pra pessoa (que no meu caso eu passo meses sendo agênero e no máximo uma semana com meu gênero variando)

espero que tenha ajudado

Orion :verif_aespectral: refletiu

Utilidade pública:

Medicamentos vencidos, ou que não serão mais usados, assim como embalagens vazias (com ou sem a bula) devem ser levades a algum ponto de recolhimento, e não descartades direto em lixos e muito menos em pias e esgotos.

Geralmente, toda farmácia e drogaria e postos de saúde podem fazer esse recolhimento. Apenas digam que é descarte e expliquem tudo que está sendo descartado também, pois certos tipos de medicamento podem precisar ser incinerados, por exemplo.

Jogar medicamentos vencidos ou em desuso em lixos comuns ou outros meios se configura como crime ambiental.

Boa semana a todes.

Orion :verif_aespectral: refletiu

Acabei de descobrir o termo "battleaxe bisexual". Agora tenho algo do que chamar metade des "militantes" bi no :birdsite: hihi

Orion :verif_aespectral: refletiu

lgbtfobia em projeto de lei 

Link para o PL: al.sp.gov.br/propositura/?id=1

📣 NOTA DE REPÚDIO AO PL 504/2020

⚠️ A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+ vem novamente registrar sua indignação com relação à apresentação de mais um projeto LGBTfóbico na Assembleia Legislativa de São Paulo.

⚧️ Nos últimos dois anos alguns parlamentares têm apresentado projetos que nos tratam como seres abjetos e, desta vez, danosos às infâncias. Essa prática institucional da ALESP precisa ser combatida não só por nossa comunidade, mas pela população em geral. A institucionalização da LGBTfobia por um órgão estadual fere nossos direitos humanos, nossas cidadanias e existências. Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Intersexuais e outras/os fazem parte da população do estado de São Paulo, recolhem impostos e deveriam ser protegidas/os pelos parlamentares e não objeto de projetos segregadores.

👊🏾 O PL 504/2020 trata as pessoas LGBTQIA+ como um mal a ser escondido. Desejam nos proibir de entrar na sala da “família brasileira”. O texto do projeto de lei nos atribui o lugar de “má influência” às crianças, que não estariam preparadas para lidar com “esse mal”.

🚻 Pessoas com expressão sexual divergente da heterossexualidade e aquelas e aqueles que se afirmam contra a designação compulsória no nascimento, também foram crianças e, seguramente, vivenciaram muito mais sofrimento.

🤲🏿 Não é preciso ser LGBTQIA+ para lutar contra esse projeto. Pessoas LGBTQIA+ não são inadequadas, são seus parentes, vizinhas e vizinhos, pessoas que atendem no comércio, nos hospitais, juristas, garis, artistas, dentistas, pessoas que estão construindo suas casas, dirigindo em aplicativos, limpando e mantendo em ordem a cidade, cuidando e educando seus filhos. População que também sofre com a pandemia, com a miséria, com a solidão, também dão luz a novas vidas e lutam cotidianamente por este país.

❕O que os olhos não veem, o que a mídia não mostra, o que não está nos livros, continua existindo e reivindicando cidadania e humanidade.

❌ Digam não ao PL 504/2020!

Orion :verif_aespectral: refletiu

sobre revelações de identidades de gênero e conjuntos de linguagem 

Ninguém deve revelações sobre o assunto pra ninguém.

Uma pessoa pode pedir algum conjunto de linguagem "inesperado" mas ainda dizer que é cis por estar no armário.

Uma pessoa pode ser cisdissidente mas se vestir como se espera pro gênero designado, e/ou usar os mesmos conjuntos.

Uma pessoa pode ser extremamente inconformista de gênero e ainda assim ter o gênero ou a modalidade de gênero que diz que tem.

Uma pessoa pode ser cis e conformista de gênero e ainda assim querer usar um conjunto de linguagem considerado não normativo em sua situação.

Aceitar diversidade de gênero, expressão de gênero, modalidade de gênero e conceitos relacionados também significa aceitar que nem todo mundo tem que se abrir sobre todos os aspectos de sua identidade, e que nem todo mundo que mostra "sinais estereotípicos de ser tal coisa" vai ter a identidade esperada.

xingamentos e estresse no geral contra o sisu 

AAAAAAAA
PQ O SISU EXISTE KRLH, podia ser um sistema um pouco menos estressante mas nãããããããão tinha que ser 4 dias inteiros pra só sair na semana que vem, essa bosta tá tirando o restinho de sanidade mental que eu tinha conseguido com a ajuda da minha psicóloga, ainda mais pq essa merda de sistema coloca vagas fantasmas pra piorar a situação, pq eu no final das contas só saberei se eu passei no dia 13 (o que são vagas fantasmas vc pode me perguntar e eu irei responder: quando vc se inscreve para o sisu vc tem direito a 2 opções de curso caso vc se inscreva nas 2 opções vc estará ocupando as duas vagas, mesmo que vc passe na primeira vc estaria ocupando vaga na segunda opção)

Orion :verif_aespectral: refletiu

Recursos sobre neolinguagem, linguagem neutra e linguagem pessoal 

Ao invés de manter postagens que não tenho como mexer, decidi colocar todos os links que tenho em relação a tais assuntos em singlelinks:

singlel.ink/u/neolinguagem
Este link contém informações sobre o que é neolinguagem, para que serve, quais são as palavras alternativas que existem para pares como pai/mãe e meu/minha, como criar palavras dentro da neolinguagem e afins.

singlel.ink/u/conjuntos
Este link contém informações sobre o sistema artigo/pronome/flexão. Isso inclui como utilizá-lo, exemplos de conjuntos, como demonstrar o próprio conjunto, motivos para sinalizar o próprio conjunto e afins.

singlel.ink/u/linguagemneutra
Este link contém informações sobre linguagem neutra (usando neolinguagem ou -/-/-), como quando e como utilizá-la. Estou apenas incluindo recursos que respeitam que outras pessoas podem querer usar outros conjuntos como linguagem neutra e/ou pessoal.

Mostrar conversa
Orion :verif_aespectral: refletiu

Eu sempre fico com o pé atrás quando alguém fala que não gosta de "um grupo inteiro" de alguma coisa. Ex.: Não gosto de anime

Por que geralmente é preconceito... e geralmente descamba em racismo. Aí eu fico bem desconfortável.

Orion :verif_aespectral: refletiu

quando uma pessoa de um grupo minoritário do qual você não faz parte aponta que você precisa trabalhar x preconceito e desconstruir y coisas e você: a) se coloca na defensiva; b) se ofende; c) desdenha dos conteúdos que ela te passa pra te informar; d) fala que o problema na verdade é ela; bem... você tá fazendo isso errado.

isso vale pra qualquer eixo de opressão, e não existe grupo que merece mais ou menos atenção que outro porque o objetivo NÃO é ser uma olimpíada de opressão, o objetivo é que as pessoas tenham boa vontade de ouvir experiências diferentes das delas e se desconstruírem pra sociedade ser melhor pra todo mundo.

Orion :verif_aespectral: refletiu

Respeitem as pessoas que estão tomando café sentadas olhando pro nada. Apenas respeitem. Elas estão absorvendo as informações adquiridas por ter terem acordado mais um dia no Brasil. Obrigada.

mano, eu vi uma galera no tiktok gringo dizendo que a comunidade lésbica precisa de um símbolo para se reconhecerem na rua e tals,não que eu tenha algo contra elus querem um símbolo pra se representarem mas, elus tavam querendo pegar o anel branco pra usar como representação, GENTE NÃO, O ANEL BRANCO É UM SÍMBOLO DA COMUNIDADE ARO PELA SANTA MADRUGADA

Mostrar mais antigos
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!