Acompanhar

Nota sobre linguagem que não usa o/ele/o como forma neutra 

Eu aprecio bastante o pessoal que quer se esforçar para não usar o/ele/o como a forma neutra da língua portuguesa. Afinal, como este é um conjunto de linguagem associado com homens, usá-lo como padrão acaba se tornando uma forma de dizer que o gênero homem é padrão e que o resto é exceção/menos normal.

Mas também peço que façam os seguintes esforços:

1) Ao invés de usar x/elx/x como padrão, considerem usar e/elu/e, ê/elu/e, le/elu/e, i/éli/i, i/íli/i ou outro conjunto que pareça mais natural de pronunciar, tanto para pessoas quanto para programas que leem telas.
Alguns recursos que podem ajudar nisso:
bloguealternative.wordpress.co (texto mais extenso)
facebook.com/story.php?story_f (recurso visual sobre como usar e/elu/e)
colorid.es/@Aster/101582049895 (lista com outros recursos)

2) Tomem cuidado com a concordância. Ao usar, por exemplo, ê/elu/e, é "umes menines" e "todes ês médiques", e não "uns menines" e "todes os médicos", por exemplo. E, em geral, ainda se escreve "as pessoas", "a gente", "aquela organização", "um anjo" e afins; você não precisa "passar" essas coisas para outros conjuntos de linguagem.

· · Web · 1 · 4 · 3

Nota sobre linguagem que não usa o/ele/o como forma neutra 

@Aster
Eu tento sempre usar palavras de gênero feminino e não me referir diretamente à gênero usando voz de segunda pessoa ou citando nomes diretamente. É um método adequado?

Nota sobre linguagem que não usa o/ele/o como forma neutra 

@xcaminhante usar a/ela/a como neutro também não é muito legal. Como uma das linguagens forçadamente atribuídas, ela é usada pra maldenominar muita gente.

Não usar nenhuma linguagem específica (-/-/-, "sintaxe neutra", "linguagem neutra sem neolinguagem") é uma opção, mas acho ela limitada demais pra ficar usando em todas as circunstâncias quando não há necessidade.

Nota sobre linguagem que não usa o/ele/o como forma neutra 

@Aster Não expliquei direito mas não uso como neutro, tento me manter na "sintaxe neutra" mesmo

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais aqui!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!