Acompanhar

exorsexismo anti-xenogênero, postagem longa 

O que mais me incomoda sobre essa questão de usarem a lista de gêneros do Orientando como exemplo de algo errado/problemático/troll é que eu só tentei colocar identidades xenogênero que me senti segure o suficiente para explicar. Tanto é que a maioria possui página própria, que tenta oferecer algumas possibilidades.

Eu não estou dizendo que pessoas xenogênero precisam se justificar - não precisam - mas eu. Só. Usei. Exemplos. Simples.

Fofura (:placa_generofofo:) é um arquétipo tão abrangente e vago quanto homem e mulher.

Cores (:placa_generocor:) também podem significar várias coisas, e, inclusive, já vi mais de uma pessoa se identificando como gênero-cor enquanto associava azul e rosa com gêneros binários e seu gênero era só ligado a uma cor por conta da relação entre seu gênero e gêneros binários.

Caelgênero :placa_caelgenero: já é um pouco mais vago, mas lista como exemplos gênero-estrela e gênero-vácuo, sendo que ambas as identidades possuem tanto explicações xeninas quanto explicações que deveriam ser aceitas por qualquer pessoa que apoia pessoas NB (gênero impossível de descrever e ausência total de gênero, respectivamente).

Novamente, isso nem deveria ser necessidade, mas todos esses exemplos podem se encaixar em visões restritas de não-binaridade: ser NB como "não ter gênero", ser NB como "não conseguir entender gênero", ser NB como "querer uma aparência específica diferente de homem e mulher", ser NB como "ter uma identidade relacionada a mulher/homem só que diferente, ou ter identidade entre homem e mulher".

· · Web · 2 · 5 · 4

exorsexismo anti-xenogênero, postagem longa 

E, como já disse em outras ocasiões, aposto que se alguém dissesse "meu gênero é alien porque não me sinto confortável com as normas sociais de gênero da minha sociedade" ou "meu gênero é cores pastéis e bichos de pelúcia porque nada mais importa pra mim", ninguém acusaria essas pessoas do que me acusam, acusam o Orientando ou acusam a "comunidade MOGAI" ou "o Tumblr" ou o que for.

Porque, no fundo, as pessoas ainda acreditam que gênero tem que ser baseado em concepções cissexistas do que significa ser homem/mulher;

e/ou porque acreditam que só esse tipo de identidade que merece ter um nome;

e/ou porque não conseguem ver que as pessoas que cunham e que espalham essas identidades são pessoas, com seus próprios sentimentos e sofrimentos, com suas próprias dificuldades de se expressar e simplificações, com suas próprias experiências de gênero.

Se alguém leu até aqui "tentando entender", peço que considere o quanto o exorsexismo (a ideia de que só homem e mulher são identidades válidas, existentes ou completas) afeta sua ideia do que pode ou não pode ser gênero, quando diversas pessoas relatam que suas experiências podem ser descritas de formas diferentes das padrões.

Entre para participar dessa conversa
Colorid.es

Uma instância com foco em pessoas queer/LGBTQIAPN+ que falam português. Saiba mais em sobre.colorid.es!

Qualquer pessoa pode criar uma conta, independentemente de orientação, gênero, relação do gênero atribuído ao nascimento com identidade de gênero ou corporalidade. Só não se esqueça de ler nossas regras!

Hi there, English speakers! You can see information regarding this instance by clicking here!